Conheça May Lyn e seu EP ‘Vessels’  -  Sonoridade futurista com a pegada mais suave da música eletrônica.

agosto 08, 2017



Posso afirmar que Soundcloud é a melhor plataforma para descobrir novos talentos. Pelo menos pra mim, foi onde conheci grande parte dos artistas que acompanho hoje em dia.

Por essa e outras, notícias como que o site estaria com os dias contados me deixam cabisbaixo. Mesmo que no dia a dia eu tenha migrado para o Spotify, o Soundcloud ainda é meu espaço preferido para ouvir coisas novas no tempo livre e quase sempre está aberto no meu desktop.

Ao me aventurar na aba Descobrir com o ‘’piloto automático’’ do Soundcloud ligado me redirecionado para centenas e milhares de músicas, foi quando fui parar na faixa ‘May Lyn — Escape’. Nem sempre vou verificar o perfil de cada um para ver de quem é a música que está tocando no aleatório, mas ao ouvir essa em questão era perceptível que tinha algo especial ali. A voz, letras e beats harmônicos se destacam muito e tudo ganha um valor a mais ao descobrir que ambos são providos por uma única pessoa. O que me fez ter vontade de consumir suas músicas ainda mais.

May Lyn é uma produtora, cantora e compositora malaia, que vive em Brisbane na Australia. Seu primeiro EP Ascension (2015), e seu mais recente ‘Vessels’ (2017) seguem Influências futuristas e uma pegada mais suave da música eletrônica, mas a sonoridade única fez ela nomear seu gênero como ‘Atmospheric Future R&B’

Em entrevista para o site pilerats, ela classifica as 7 faixas de seu novo álbum com uma história e significado próprio.

‘’First’’ é como saber abraçar o amor incondicional em suas diversas formas. ‘’Touch Base’’ sobre ter a coragem de seguir e viver o que é realmente importante, ‘’Escape’’ trata do medo e da luta para alcançar a intimidade emocional em um relacionamento. ‘’Buildings’’ é sobre a construção de sua carreira musical e sua vida artística ao decorrer dos anos. ‘’Vibes’’ é sobre viver no presente, e ser grato pelo que se tem. What’s Mine é sobre ter impulso e a resiliência para lutar pelo que se quer. ‘’Soldiers’’ é um manifesto que grita contra regimes autoritários, práticas injustas e censura.

Todas as faixas estão disponíveis para download gratuito no Soundcloud. Você também pode colaborar dando seu preço no BandCamp, ou comprar por um valor formal no iTunes.
Logo a seguir você pode conferir a transcrição completa da May Lyn sobre o EP.




@MayLyn_C via Pilerats.

First


‘’First é uma canção sobre abraçar o amor incondicional em suas diversas formas. Eu sinto que a cultura e a sociedade tendem a abordar apenas o tipo de amor romântico. Existem tantas maneiras diferentes de oferecer e experimentar o amor. Há o amor próprio, amor familiar, o amor platônico… Eu queria escrever uma música sobre como todas as outras formas de amor deveriam ser igualmente apreciadas como o amor romântico’’

Touch Base

‘’Se Afastando das restrições sociais da vida (como trabalhar um emprego convencional para pagar as contas), Touch Base é sobre se reconectar com você mesmo; Seus desejos interiores e descobrir onde estão suas paixões. Também é ter a coragem de seguir e viver o que é realmente importante para você, mesmo que seja um caminho mais difícil de a se tomar.

Escape

‘’Escape trata do medo e da luta para alcançar a intimidade emocional em um relacionamento. Eu escrevi isso com base em um relacionamento que eu tive e que terminou porque eu não estava confortável para me abrir emocionalmente para o meu parceiro, por medo de feri-lo ou desapontá-lo como eu experimentei em relacionamentos anteriores. Toda vez que tentava me abrir para ele, eu me enxergava desejando escapar daquela situação para esconder meus verdadeiros sentimentos.’’

Buildings

‘’Os edifícios são um interlúdio majestoso para o EP. Eu nomeei de Buildings (edifícios) porque representa como eu estou criando constantemente os blocos de construção para uma longa e gratificante carreira na música e nas artes criativas em geral. Conheci muita gente inspiradora e tive muitas oportunidades legais no meu caminho este ano que me encorajou a sair da minha zona de conforto e tentar coisas novas. Eu continuo como uma produtora de quarto, nunca teria esperado estar onde estou agora. Há essa emoção em mim que parece que a próxima grande coisa está por vir ao virar na próxima esquina!’’

Vibes (feat. Tomtom)

‘’Eu escrevi isso com meu amigo Tomtom, que é produtor, rapper e cantor. Nós estávamos apenas vibrando com esse beat em seu estúdio, aí, o título da música. Para mim, essa música é sobre viver no presente, sendo grato pelo que você tem, também em ser curiosa e ter uma mente aberta quando estou comemorando com alguém.’’

What’s Mine

Esta faixa é sobre conhecer a própria auto-estima. Ter impulso e a resiliência para lutar pelo que você quer, apesar de não ter a certeza de que o que você está fazendo será apreciado por outras pessoas. A música sempre foi uma saída criativa para mim; Eu comecei a tocar e escrever música aos 13 anos. Por muito tempo, minha música ficou comigo mesma e não mostrei para ninguém. Porque eu realmente nunca estava preocupada com as opiniões de ninguém. Eu era boa nisso mas não era algo que eu queria fazer com a minha vida, era apenas algo que eu gostava de fazer e isso é o motivo por que eu continuava fazendo isso. Agora eu sinto que, se eu não tivesse essa atitude naquela época, eu perderia minha paixão e não estaria onde estou hoje.

Soldiers

Soldiers é um canção que grita contra regimes autoritários e práticas injustas. Fui inspirada a escrever essa música quando estava pensando na situação política atual na Malásia, onde o discurso público contra o governo é muitas vezes censurado ou criminalizado. A liberdade de expressão é um direito humano básico e eu queria trazer a tona como alguns países não são tão democráticos como eles podem parecer em sua superfície ou de como são apresentados na mídia convencional.



Postagem mais recente Postagem mais antiga

0 Comments